Confira 5 dicas para preservar a sua bicicleta elétrica

HomeMundo Lev

Confira 5 dicas para preservar a sua bicicleta elétrica

Por ser um veículo novo no mercado, ainda existem muitas dúvidas sobre a bike elétrica. Por isso, hoje, a gente vai falar sobre como preservar a sua magrela elétrica e aproveitar ainda mais o rolê.

É possível transformar o caos das grandes cidades?
O amor é o caminho!
Seu caminho mais Lev e delicioso!

A bicicleta tradicional surgiu como um meio de transporte, uma alternativa às opções existentes. Desde então, são muitos os usuários frequentes da bike. Entre os diversos avanços, surgiu a bike elétrica, uma alternativa ainda mais rápida e prática para percorrer o caminho. Porém, por ser um veículo novo no mercado, ainda existem muitas dúvidas sobre sua manutenção, cuidados e pontos de atenção. Por isso, hoje, a gente vai falar sobre como preservar a sua magrela elétrica e aproveitar ainda mais o rolê.

1- Revisão

Uma das maiores dificuldades é a compreensão de que a bike elétrica deve ser cuidada como um carro, uma moto. Ela é o seu veículo para ir para onde quiser. Por exemplo, assim como um automóvel, a magrela precisa de revisão de tempos em tempos. Por ser mais delicada que um carro, o ideal é que a visita a oficina ocorra de 6 em 6 meses. Esse cuidado é importante para prevenir o envelhecimento precoce da bike.

2- Limpeza da bicicleta


Você sabia que a sujeira desgasta os componentes, diminui a fluidez das peças, afetando a performance da bike? Por isso, a limpeza constante é essencial para transformar o rendimento da bike e prolongar a sua vida útil.

Para isso, depois de um passeio com a magrela, passe um pano úmido na bike e separe um dia na semana para cuidar dela por mais tempo, com um banho caprichado com água corrente e detergente. Ah! Evite produtos químicos fortes e não se esqueça de proteger as partes elétricas na hora de jogar água. Uma dica importante é lembrar de tirar a bateria da bicicleta na hora da lavagem.

3- Lubrificação

A bike tem algumas partes de metal. E, em alguns casos, essas partes entram em contato umas com as outras. Sem a lubrificação, esse atrito gera desgaste e interfere no desempenho da magrela.

Para ficar atento, as partes mais afetadas pela lubrificação (ou falta dela) são a corrente, o movimento central, as suspensões, os pivôs de suspensão e os condutores de cabos. Além disso, as roscas dos pedais e a base do canote de selim funcionam melhor quando lubrificadas. O ideal é criar um hábito semanal para manter esse cuidado. Porém, com a rotina corrida, ter esse cuidado ao menos uma vez por mês já contribuiu para preservação da sua lev.

4- Pneus

Atenção ao estado dos pneus é fundamental.  A calibragem, por exemplo, deve ser feita regularmente. Ele previne que o pneu fure e aumenta a performance da bike.

Outro ponto de atenção é para o estado do pneu. Quanto mais careca estiver, maior a chance da câmara de ar furar e prejudicar o seu rolê. Como dica, assim que os cravos estiverem gastos, troque o pneu para evitar uma dor de cabeça na rua.

5- Regulagem

A regulagem dos parafusos, correção dos sistemas de freios, especialmente as pastilhas e sapatas fazem são etapas da revisão. Essas peças se desgastam com o uso e tempo e, se não ajustadas, podem acarretar problemas em outras peças, trazendo um prejuízos maiores, como a necessidade em trocar peças importantes.

Trouxemos esses cuidados, buscando destacar a importância de manutenções periódicas. O cuidado frequente com a sua Lev previne o desgaste precoce e aumenta a performance da sua bike. Além disso, diminui a necessidade de reparos e não estraga o seu rolê. 😉

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0