É possível transformar o caos das grandes cidades?

HomeA Vida na Cidade

É possível transformar o caos das grandes cidades?

Todo mundo que mora em uma, sabe como é. Pessoas por todos os lados, barulho 24 horas por dia, trânsito, poluição e tudo a mil por hora. Para alguns é caos, para os outros é pulso, é vida.

Confira 5 dicas para preservar a sua bicicleta elétrica
Como fugir do combustível e ter uma vida mais tranquila
O amor é o caminho!

Qual imagem vem na sua cabeça quando você pensa em cidade grande?

Todo mundo que mora em uma, sabe como é. Pessoas por todos os lados, barulho 24 horas por dia, trânsito, poluição e tudo a mil por hora. Para alguns é caos, para os outros é pulso, é vida.

Qual é o preço?

Mais oportunidades, conexões, experiências. Afinal, não é à toa que grande parte da população do mundo está concentrada nos mesmos espaços. Mas, mesmo para os amantes do agito, esses centros urbanos também trazem problemas. O excesso de dinamismo e informação da cidade grande vem junto a altos níveis de estresse.

Quantas vezes você dormiu mal por ter muitas coisas na cabeça? Ou se sentiu incapaz de acompanhar toda a informação? Quantas vezes você se atrasou ou precisou se programar com muita antecedência para que tudo desse certo? O quanto de energia você dá para cidade continuar viva?

Mudanças são possíveis

E se fosse ao contrário? E se a cidade re-carregasse as suas energias? Desesperados, tentamos fugir da cidade para suportar a vida dentro dela. Yoga, meditação, spas, viagens, alimentação alternativa, bebidas, consumo, remédios. Apenas algumas das válvulas que usamos em nossos dias. Estamos sempre tentando sobreviver à cidade ao invés de mudar a forma como a experimentamos.

Dentre as possíveis experimentações, a mobilidade urbana vem sendo explorada para atender a demanda das pessoas dos grandes centros. O excesso de trânsito, a demora para chegar nos lugares sugam nosso bom humor e nos engatilham para um dia cansativo. Enquanto tudo é pra ontem, o trânsito nos faz chegar amanhã. Estamos sempre atrasados, com a cabeça em um momento diferente.

A bicicleta elétrica

Entre as diversas opções, surge a bicicleta elétrica. Uma espécie de mistura entre bike e moto, movida a eletricidade. Uma tentativa de driblar o trânsito, negar a gasolina e encontrar espaços nas já tão lotadas metrópoles. Pensada para pequenas e médias distâncias, a bicicleta elétrica ainda tem muitos desafios. Ciclovias mal planejadas, nenhum respeito ao ciclista e o fato de ser uma novidade, quando comparada a história dos automóveis, são apenas algumas das questões.

Apesar disso, pessoas que testaram a novidade vêm percebendo o impacto no seu dia a dia. Saber o tempo preciso para chegar em algum lugar alivia a alma. Perceber e curtir a cidade pode transformar a sua relação com a rotina. Ainda há muitas melhorias a serem feitas, como em 100% das inovações, mas tudo indica que a bike elétrica é o início da nova era do transporte. A era em que o caminho até o trabalho pode te dar mais energia, a era em que a cidade vive para as pessoas e o fim da era em que as pessoas servem a cidade.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0