A Vida na Cidade

Bem-estar e saúde mental

  • 0 Comment
  • 10 de abril de 2019

O século XXI está marcado pela epidemia da depressão. O número de pessoas com a doença, nos últimos 10 anos, aumentou 18,4%. Isso corresponde a 322 milhões de indivíduos, ou 4,4% da população da Terra, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Outro dado alarmante é que nós, brasileiros, pertencemos a nação mais ansiosa e estressada da América Latina. Cerca de 9,3% da população sofre com estas condições.  As mulheres são as que mais com doenças mentais: cerca de 7,7% das mulheres são ansiosas e 5,1%, deprimidas. Já entre os homens, o número cai para 3,6% nos dois casos.

Compreendendo a urgência destas questões, desde 1986, representantes de várias organizações tais como OMS, OPAS e UNICEF se reúnem na Conferência Internacional sobre Promoção da Saúde. Buscando ampliar os campos de ação em saúde e identificar abordagens mais efetivas, a conferência destaca o bem-estar de todos os povos como requisito essencial para o desenvolvimento dos países.

Os dados da OMS nos mostram que é primordial dar a atenção adequada para nosso estilo de vida. Parar para refletir sobre o que é viver. Você vive bem, se sente vivo, com energia? O seu dia a dia existe apenas para alcançar um futuro ou ele também nutre o seu espírito do agora? Nós entendemos que planejar-se e buscar um futuro mais próspero é fundamental, mas isso não deve prejudicar a sua qualidade de vida do presente. O processo pode ser difícil, mas também pode ser prazeroso. Aliás, em muitas situações, desejar muito algo no futuro pode ser suficiente para que os sacrifícios do presente não carreguem um sofrimento além do que podemos suportar.

Projeto Ruas

No início de abril, a Lev se uniu ao Projeto Ruas em uma de suas iniciativas: a ronda noturna. O projeto trabalha para promover o bem-estar e a cidadania da população em situação de rua, através da informação e estímulo dos residentes dos bairros atendidos.

As rondas acontecem todas as terças-feiras de noite, com dinâmicas envolvendo saúde, arte, cultura e tecnologia. Sob a ótica da saúde mental, participamos da ronda no Leblon, na cidade do Rio de Janeiro, facilitando o encontro entre o Coach de qualidade de vida, Arnaldo Neto e a população atendida na região.

Ter propósito

Na dinâmica, nos sentamos em uma roda e relembramos o conceito de sonhar. Refletimos sobre nossos sonhos e fomos guiados a pensar em como colocá-los em ação. Pensamos sobre o impacto de ter um propósito na vida e como isso nos ajuda a levantar todas as manhãs. Ao conversar com os atendidos, percebemos que reencontrar familiares e desejar um futuro melhor para os filhos foram desejos recorrentes.

Seu momento

Nós queremos estender a dinâmica a este momento. Que tal, você reservar uns minutos do seu dia para pensar sobre os seus sonhos e como alcançá-los? Busque seus principais desejos e registre em um papel. Vale em listinha, em desenho, post it, como quiser. Guarde isso. Quando se deparar com um momento difícil, reveja seus propósitos, retome esse caminho. O autoconhecimento é uma grande chave para a conquista da qualidade de vida.

Leave a Comment

Mais Recentes